Christian Fausto Moraes dos Santos. Das memórias do arco do cego: divulgação científica na américa portuguesa do século XVIII.

Christian Fausto Moraes dos Santos. "Das memórias do arco do cego: divulgação científica na américa portuguesa do século XVIII". Diálogos, v.12, n.1, pp. 207-225, 2008.

 

Resumo
A partir do século XVIII começaram a circular na América Portuguesa manuais sobre práticas agrícolas, mineralógicas e têxteis, bem como surgiram as primeiras iniciativas no que se refere à organização de sociedades e instituições engajadas no estudo do mundo natural com a finalidade de explorá-lo de modo mais racional. Nesse contexto a Calcografia do Arco do Cego se destacou como a grande iniciativa luso-brasileira para divulgação dos saberes acerca do mundo natural, um centro de divulgação que, apesar do curto período de existência, foi uma das mais importantes instituições da história das ciências brasileira e portuguesa.

Palavras-chave
América portuguesa, instituições científicas, recursos naturais.