Skip to content
JA slide show
 
Você está em: Home Notícias "Invasão" Viking pode não ter sido tão violenta quanto se acreditava
"Invasão" Viking pode não ter sido tão violenta quanto se acreditava

A "invasão" Viking das ilhas do norte da Escócia pode não ter sido tão violenta e abrupta quanto se acreditava. Descobertas recentes feitas em uma escavação arqueológica em Orkney abriram o debate de quando e como exatamente os vikings se estabeleceram no local. A ideia simplista de guerreiros escandinavos que conquistam, estupram e saqueiam tudo o que está em seu caminho está sendo cientificamente questionada.

Martin Carruthers, professor de arqueologia na Orkney College e coordenador das escavações, afirma que a descoberta sugere uma conquista “mais gradual e pacífica”. O que contribuiu para o debate foi a descoberta de materiais confeccionados em pedra-sabão datados do século XI, muito antes da então acreditada colonização Viking do século IX. A despeito de terem sido encontrados no seio do universo picto, Carruthers afirma que esses itens são de origem escandinava e, portanto, evidências de uma pré-colonização nórdica.

"Podemos estar analisando um processo de adaptação Viking. É provável que tenha havido um período muito mais longo de interação entre a Escandinávia e os pictos em Orkney, com assentamentos esporádicos e posterior colonização".

Mas afinal, não houve violência? Carruthers argumenta: "Nós temos que ser bastante cautelosos com a resposta dessa pergunta, mas as recentes descobertas não sugerem indícios de paz ou beligerância entre os grupos nativos e a Escandinávia". Ele acrescenta: "Se você quiser ser terrivelmente cínico sobre isso, grupos pequenos [como os escandinavos] poderiam vir à nova terra o tempo todo, analisando-a e estudando suas fraquezas. Em algum momento estratégico, esses grupos cortariam a cabeça dos líderes nativos e assumiriam o controle do local”.

Levando em consideração que uma longa e estratégica “paz” pode ter precedido o conflito, alguns pesquisadores pressupõem que o intervalo tenha sido propício ao desenvolvimento do comércio entre escandinavos e pictos em Orkney, mas Carruthers acrescenta: "É difícil transformar vestígios arqueológicos em narrativas absolutas. Eles nos dão importantes detalhes do âmago da questão, mas não nos oferecem o cenário completo”.

"A única coisa que podemos afirmar sobre os vikings é que eles eram adaptáveis, e certamente ocuparam terras entre os séculos VIII e XI – entre elas a Islândia, a Escócia e até mesmo alguns pontos da Terra Santa".

Fonte.

 

Visitantes

Hoje1
Ontem1
Nesta semana1
Neste mês17
Total28169

Currently are 26 guests online


VCNT - Visitorcounter